22 de jan de 2010

Gosto...

O som da chuva de verão na minha janela

Gosto do cheiro molhado do asfalto
De sentar a beira do mar, ver o sol nascer se por.
Gosto do seu sorriso, da sua inteligência disfarçada

Gosto...

Do azedo, de comer limão do pé!
Do doce do chocolate e do amargo espinafre.

Gosto do seu gesto irritante!
Da pele da sua mão macia...
De sentir o vento no rosto ao andar de bicicleta

Eu gosto...

De sentar na prancha e esperar a onda chegar.

Do engodo proposital
Do amor artesanal
Do flash inesperado
Do all star surrado...

Da maneira de dançar
Da música pouco conhecida
Da batida do reggae
De ver a criança brincar no parque.

Gosto do verde
De imitar o som dos pássaros
Da preocupação tímida!
Do toque do violão
Do andar desajeitado!
Do suave som da voz...

Gosto da alegria escancarada!
Dos prédios altos
Da pintura renascentista
Da ponta da bailarina.

A boina que poucos gostam!

Eu gosto!

Do pizzicato do violino
Dos gestos do maestro
Do sono pesado
De andar com os pés no chão, descalço.
Do cantar desritmado
Da triste solidão...

Eu gosto

De rir com meu pai
De conversar com minha mãe
De dançar com a minha irmã

Gosto da lua cheia...
E da primeira estrela que vejo no céu!

Gosto do som ensurdecedor da ressaca do mar!
De andar sem rumo
Das decisões de ultima hora...

Gosto da briga que termina em risos

Do abraço do amigo
Do sussurro ao pé do ouvido

Eu gosto...

Mari Bernun